A Evolução da Segurança Social em Espanha, apresentada pelo Secretário Geral da OISS, na Semana da Segurança Social de 2011, é uma experiência chave para o desenvolvimento da Segurança Social no século XXI.

Publicado por: Secretaria Geral da OISS
A apresentação apresentada por Adolfo Jiménez Fernández, Secretário Geral da OISS do avanço alcançado em várias décadas pela Espanha no campo da Previdência Social, é relevante como um exemplo a ser levado em conta no marco da primeira Semana da Seguridade Social 2011, Alcançar na América Latina uma sociedade mais coesa que proteja os direitos dos cidadãos da região.

No desenvolvimento da primeira semana da Previdência Social 2011: Promovendo uma prevenção cultural global, que ocorre na Cidade do México, durante os dias 27, 28 e 29 de abril, Adolfo Jiménez Fernández, Secretário Geral da O OISS, através do seu trabalho: "Evolução da Segurança Social em Espanha, crise económico-financeira e Segurança Social", percorre as décadas após o início da democracia em Espanha, que passou de um nível económico baixo e social a uma situação de desenvolvimento econômico com forte impulso à Previdência Social, aponta os significativos avanços realizados nessa área, a importância das medidas e procedimentos implementados que levaram à modernização e consolidação do sistema.

Em sua dissertação, Adolfo Jiménez, referiu-se a diferentes questões fundamentais para alcançar a solidez da Previdência, entre elas: a reorganização do sistema tributário, a progressividade e a melhoria da coesão social (ampliação da cobertura de saúde, benefícios não-contributivos que garantir uma melhor qualidade de vida na velhice, ampliando a cobertura dos serviços sociais), maior proporcionalidade entre previdência / contribuição, racionalização do sistema, ampliação da cobertura, simplificação e integração de regimes especiais e o geral, implantação de sistema complementar, entre outros.

Salienta as diferentes medidas que foram implementadas para corrigir situações permeáveis de fraude, criando o crime de fraude da segurança social e outras medidas beligerantes para combater a eliminação de fraudes; a implementação de medidas que permitissem uma maior cobertura da proteção social.

Ele também ressaltou a importância da universalização da saúde, que dá direito à cobertura da proteção à saúde de toda a população, que foi adotada pela lei da saúde em 1986, porque anteriormente crianças com mais de 21 anos não tinham direito a saúde e o pagamento de um igual era necessário para gozar de tal proteção.

Da mesma forma, destaca a importância do financiamento, cuja modificação de sua estrutura implica uma maior contribuição do Estado; estabelecimento de intervalos de garantia pública; redução das taxas de contribuição (aproximando as bases de contribuição dos salários reais)

A criação de administrações de cobranças especializadas tem sido fundamental para o fortalecimento do sistema, bem como a reengenharia, a automação de procedimentos e a redução de custos de gestão.

Ele ressaltou que a estabilidade do sistema foi alcançada equilibrando as áreas de proteção, financiamento e gestão.

Destaca-se, da mesma forma, a importância da aplicação de uma técnica muito especializada (jurídica, econômico-atuarial e de gestão)

Ele menciona que o firme compromisso de todos os grupos parlamentares (acordo de co-responsabilidade social e política compartilhada) com o sistema público de previdência social foi fundamental para materializar o chamado "Pacto de Toledo", o que significou um grande avanço em termos medidas legislativas de segurança social; Facilita a capacidade de lidar com novas reformas e permite a busca de soluções para problemas futuros. Suas recomendações foram direcionadas para: financiamento, racionalização e gestão, fortalecimento da equidade e solidariedade, modernização da gestão, promoção de sistemas complementares, novos desafios e demandas e demandas da UE.

Adolfo Jiménez, fez uma análise cuidadosa da atual crise financeira e seus efeitos, comparou a crise de 29, o petróleo de 73, o de 2000 e o de 2007; sobre os efeitos destacados em particular: a crise bancária (hipotecas suprimem, ativos tóxicos nos balanços patrimoniais, avaliação inadequada em ativos, práticas abusivas), a queda do mercado de ações (perda de valor), a conversão para a crise econômica real (desemprego).

Diante da crise, ele comentou sobre o ressurgimento de teorias keynesianas que revelam uma intervenção massiva do Estado.

Os desafios futuros devem ser abordados tendo em conta a evolução demográfica, a estrutura do mercado de trabalho, a participação das mulheres no mercado de trabalho, a internacionalização económica, os movimentos migratórios, a adaptação dos sistemas de segurança social através de reformas para atender às necessidades do envelhecimento da população.

Concluiu observando que a evolução da Previdência Social na Espanha foi possível graças à valorização da Seguridade Social pelos cidadãos, pela vontade política cujo esforço foi direcionado para o desenvolvimento do sistema (Pacto de Toledo), crescimento econômico, adaptação do sistema tributário. Diante do futuro, ele comentou sobre a necessidade de: adaptação e reformas para mudar as condições sem modificar o modelo de proteção.

Apresentação da apresentação

Semana_Seguridad_Social_2.jpg

Recentes


Convocatoria. Curso: Inspección, Vigilancia y Control de la Protección Social

La presente actividad se enmarca en el Plan Estratégico de la OISS en línea con la Agenda 2030 para lograr los Objetivos de Desarrollo Sostenible, en particular los Objetivos 1 y 3, con lo cual la Organización Iberoamericana de Seguridad Social con el apoyo de la Agencia española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID), […]


Situación del COVID-19 en América Latina (Hasta el 30 de marzo 2021)

5 de abril de 2021, Madrid, España.


La OISS se une a la conmemoración del Día Mundial de la Salud

7 de abril de 2021, Madrid, España. La Organización Iberoamericana de Seguridad Social (OISS), se une a la conmemoración del Día Mundial de la Salud, los tiempos por los que atraviesa el planeta conllevan una invitación a la reflexión sobre los mecanismos y herramientas para asumir los retos derivados de la pandemia generada por el […]


‘Plan de Vacunación para prevenir la COVID-19’ (Ecuador)

6 de abril de 2021, Madrid, España.


Hoja de ruta del Plan para la Vacunación para prevenir COVID-19 Ecuador

6 de abril de 2021, Madrid, España.


‘Avance de Personas vacunadas contra el COVID-19’ (Ecuador)

6 de abril de 2021, Madrid, España.


‘Plan para la Vacunación contra el Coronavirus COVID-19’ (Bolivia)

5 de abril de 2021, Madrid, España.


Renovación del Programa Municipios Inclusivos del CIAPAT de la OISS

En el día de la fecha se firmó la renovación del Convenio del Programa Municipios Inclusivos del CIAPAT de la OISS que tiene por objetivo efectuar con los Municipios un trabajo de participación activa de abordaje directo con sus trabajadores y la comunidad, para desarrollar una propuesta de programa a medida que proyecte indicadores de […]