Colômbia, Costa Rica Guatemala, Panamá e República Dominicana assinam Pacto; A contribuição das mulheres para a agenda 2030

Publicado por: Secretaria Geral da OISS

1º de março de 2019, Bogotá, Colômbia

Sob a iniciativa da Secretária Geral da Organização Ibero-Americana de Seguridade Social (OISS), Gina Magnolia Riaño Barón e no âmbito da Programa Igualdade de Género na Segurança Social que a organização vem desenvolvendo. Na última sexta-feira, 1º de março, na cidade de Bogotá, foi realizada a II Reunião de Alto Nível. "Contribuições das mulheres para a Agenda 2030: Medidas para a plena proteção social das mulheres na Ibero-América ", convocada e organizada pela Vice-Presidência da República da Colômbia e OISS, e com o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) em colaboração com a Câmara de Comércio de Bogotá (CCB).

Intervenção do Secretário Geral da OISS, Gina Magnolia Riaño Barón.

A instalação do evento foi organizada pela vice-presidente da Colômbia, Marta Lucía Ramírez; a secretária geral da Organização Ibero-americana de Seguridade Social (OISS), Gina Magnolia Riaño Barón e a vice-presidente executiva da Câmara de Comércio de Bogotá (CCB), Martha Yaneth Veleño Quintero.

Como um passo fundamental para cumprir os ODS e alcançar compromissos para o progresso real nessas áreas, a reunião reuniu mulheres de destaque em cargos de vice-presidenteentre eles, Marta Lucía Ramírez, de Colômbia; Epsy Alejandra Campbell Barr, de Costa Rica; Isabel de Saint Malo de Alvarado, de Panamá; Margarita María Cedeño Lizardo, de República Dominicana; Jafeth Ernesto Cabrera Franco, vice-presidente da Guatemalae ministros e altos conselhos da região. Além disso, representantes de instituições da Previdência Social, Mecanismos para o Avanço da Mulher, universidades, sociedade civil e Organizações Internacionais; ONU, OIT, SEGIB, entre outras.

Esquerda para a direita: Secretário Geral da OISS, Gina Magnolia Riaño Barón; o vice-presidente da Guatemala, Jafeth Ernesto Cabrera Franco; Vice-Presidente da Colômbia, Marta Lucía Ramírez; Vice-Presidente da Costa Rica, Epsy Alejandra Campbell Barr; Vice-Presidente da República Dominicana, Margarita María Cedeño Lizardo e a vice-presidente e chanceler do Panamá, Isabel de Saint Malo de Alvarado.

Esta Segunda Reunião de Alto Nível, após os resultados da Primeira Reunião de Alto Nível, realizada em Madri em 1º de março de 2017, teve como principal objetivo gerar medidas concretas voltadas para a igualdade de oportunidades e tratamento entre mulheres e homens. o mundo do trabalho e que pressionam pelo fechamento da brecha da proteção social.

Tópicos como atividades assistenciais com acesso ao trabalho; igualdade de remuneração e aposentadorias e o hiato de proteção social entre homens e mulheres, entre outros, foram os enfrentados pelas autoridades ibero-americanas.

O pacto

Os vice-presidentes assinaram o Pacto "A contribuição das mulheres para a Agenda 2030: Equidade de Gênero e Proteção Social" em que se comprometeram a lutar para superar a situação de desigualdade enfrentada pelas mulheres em que vivenciam os mais altos níveis de pobreza, violência em múltiplas formas e maiores limitações no acesso a recursos e serviços básicos do que os homens. .

Assinatura do acordo (da esquerda para a direita): Secretário Geral da OISS, Gina Magnolia Riaño Barón; o vice-presidente da Guatemala, Jafeth Ernesto Cabrera Franco; Vice-Presidente da Colômbia, Marta Lucía Ramírez; Vice-Presidente da Costa Rica, Epsy Alejandra Campbell Barr; A vice-presidente da República Dominicana, Margarita María Cedeño Lizardo, e a vice-presidente e chanceler do Panamá, Isabel de Saint-Malo de Alvarado.

O documento assinado pelas mais altas autoridades destaca as contribuições da OISS nesta matéria por meio de "Programa de eqüidade de gênero nos sistemas de proteção social", Desde 2014, estudos, treinamentos e várias reuniões foram realizadas entre agentes-chave para alcançar a segurança econômica das mulheres.

PARA VER O PACTO, FAÇA CLIQUE AQUI

Apresentação do II relatório

Da mesma forma, no marco da II Reunião Ibero-Americana de Alto Nível, a reportar Sobre o estudo; «Las medidas compensatorias de los cuidados no remunerados en los sistemas de Seguridad Social en Iberoamérica”. Publicação que divulga as principais desigualdades que surgem nos sistemas previdenciários da região, como, por exemplo, as pensões contributivas mais baixas para as mulheres; as mulheres têm menos acesso a cuidados de saúde; nos serviços sociais, a perspectiva de gênero não costuma ser incluída, entre outras.  

Foto de família, apresentação do II relatórioAna Güezmes García, representante da ONU Mulheres Colômbia; Ana María Tribin, conselheira para Igualdade da Mulher Colômbia; Margarita María Cedeño Lizardo, vice-presidente da República Dominicana; Epsy Alejandra Campbell Barr, vice-presidente da Costa Rica; Stella Jeannette Carvajal Basto, magistrada do Conselho de Estado da Colômbia; Isabel de Saint Malo de Alvarado, vice-presidente e chanceler do Panamá; Ligia Helena Borrero, Diretora Jurídica da Federação Nacional dos Cafeicultores; Marta Lucía Ramírez, vice-presidente da Colômbia; Gina Magnolia Riaño Barón, Secretária Geral da OISS; Michelle Muschett, Ministra do Desenvolvimento Social do Panamá; Rocío Reinoso, diretor executivo da EFE; Yadir Salazar Mejía, chefe de gabinete da vice-presidência da Colômbia; José Manuel Gonzáles Páramo, Chefe de Economia Global e Assuntos Públicos do BBVA; Thays Damet Faria, Especialista Técnico Regional em Princípios, Direitos Fundamentais no Trabalho da OIT; Raquel Coello, Especialista Regional em Empoderamento Econômico da Mulher pela ONU Mulheres Colômbia.

E, de acordo com os resultados apresentados no Estudo, o documento também apresenta uma enumeração de propostas que permitirão trabalhar nessa linha de ação.

O estudo foi promovido pelo OISS em colaboração com a AECID.

VER O RELATÓRIO AQUI

Recentes


La Commission Jeune de Mujeres Avenir décrypte le chômage des zoomers

26 de octubre de 2020 – LePetitJournal.com


Real Decreto 926/2020, de 25 de octubre, por el que se declara el estado de alarma para contener la propagación de infecciones causadas por el SARS- CoV-2

26 de octubre de 2020, Madrid, España.


Convocatoria: «Iberoamérica incluye» 2020 – 3, 10 y 17 de noviembre. El empleo en tiempos de crisis: oportunidades para no dejar a nadie atrás.


Situación del COVID-19 en América Latina (Hasta el 20 de octubre)

23 de octubre de 2020, Madrid, España.


Lineamientos generales para servicios de alimentación al público debido a la alerta sanitaria por Coronavirus (COVID-19)

22 de octubre de 2020, San José, Costa Rica.


COVID-19: Medidas de Prevención en Obras. Para evitar contagio y la propagación del coronavirus en obras.

22 de octubre de 2020, Organización Panamericana de la Salud.


Guía de Actuación ante COVID-19 (Secretaría de Salud)

22 de octubre de 2020, Honduras.


Instrucciones de la Circular N°3.532, de 4 de septiembre de 2020, de este origen, relativa a los trabajadores que desempeñan trabajo a distancia o teletrabajo

22 de octubre de 2020, Santiago, Chile.