ESPANHA

a) Benefício de desemprego: 70% da base regulatória nos primeiros 180 dias; 60% deste salário depois.Máximo, 220% do salário mínimo interprofissional.Mínimo, 100% do salário mínimo interprofissional com filhos dependentes, 75% do salário mínimo interprofissional sem filhos dependentes. b) Subsídio de assistência desemprego: 75% do salário mínimo [...]

Continuar lendo

ARGENTINA

- Nunca menos de US $ 250 nem mais de US $ 400. De 6 a 11 meses, a quantia a ser recebida: Meses 1 a 2 (*) de 12 a 23 meses, o valor a ser recebido: Meses 1 a 4: (*) De 24 a 35 meses, o valor a ser recebido: Meses 1 para 4: (*) e 5 meses para [...]

Continuar lendo

BRASIL

O valor do benefício é calculado com base nos 3 últimos salários recebidos e declarados no pedido de benefício, com um valor mínimo correspondente a uma vez o salário mínimo (R $ 112) e um valor máximo em torno de 2 vezes o salário. salário mínimo (R $ 224,00) (R $ 2240,00), (II) (IV)

Continuar lendo

CHILE

Seguro de Desemprego: Com relação aos benefícios cobrados da conta individual, o associado pode sacar os fundos acumulados em até 5 turnos, dependendo do saldo e do número de anos com as contribuições. O montante do primeiro saque é determinado pela divisão do saldo acumulado por um fator. A quantia do 2º, 3º e [...]

Continuar lendo

COLÔMBIA

O subsídio de Desemprego equivale a um salário mínimo mensal e médio legal, que é dividido e concedido em seis parcelas mensais iguais, que podem ser efetivadas através de contribuições ao sistema de saúde, e / ou vales-alimentação e / ou educação , de acordo com a escolha feita pelo beneficiário. Para cumprir esta obrigação, o [...]

Continuar lendo

COSTA RICA

Assistência ao Desemprego: De acordo com a tabela do artigo 29 do Código do Trabalho. Fundo de Capitalização Individual: Capital acumulado mais receitas menos despesas administrativas. (1)

Continuar lendo

PORTUGAL

(3) Subsídio de desemprego: 65% do salário de referência, ou seja, do salário médio diário dos 12 meses anteriores aos 2 meses anteriores ao início do desemprego, sem que haja um teto salarial. O benefício não pode ser maior que 3 vezes o salário mínimo garantido ou menor que o referido salário. Subsídio de saúde [...]

Continuar lendo

URUGUAI

- Para o desemprego total: 50% da média mensal das remunerações recebidas nos últimos 6 meses anteriores à situação de desemprego, ou 12 salários médios para o mesmo período. Para desemprego parcial: diferença entre o total do subsídio de desemprego e o montante efectivamente recebido no período subsidiado. Quando o trabalhador é casado ou tem [...]

Continuar lendo

VENEZUELA

- Uma compensação semanal em dinheiro, pessoal e intransferível, equivalente a 60% do valor resultante da média do salário de referência semanal, usado para calcular as contribuições do IVSS, durante as últimas 50 semanas. Em nenhum caso o valor do benefício pode ser inferior a 60% do salário mínimo nacional atual. [...]

Continuar lendo

Organização Ibero-americana de Seguridade Social. Todos os direitos reservados.

HOME BLOG AVISO LEGAL

Desenvolvido por Tecnologias Tible.